Menu

Como calcular o custo do bezerro e ter lucro na cria, recria ou terminação?

Por Fabíola Lino em 3 de julho de 2021

O bezerro representa a principal receita da fazenda de cria. No entanto é um dos maiores custos para o pecuarista que faz recria e terminação. Por isso, não basta a vaca conceber um bezerro anualmente, é necessário que ele seja saudável e produzido com um custo que possibilite maior lucro. 

Portanto, o custo de produção é um fator de grande impacto no lucro. Isso tanto para o criador que vende bezerro à desmama ou para quem faz o ciclo completo, que precisa cobrir este custo na hora de vender o boi gordo para o abate. 

Mas você sabe como calcular o custo do bezerro?

O custo do bezerro é calculado considerando os gastos realizados em todo ciclo produtivo: reprodução (monta natural ou inseminação artificial), gestação e do nascimento até a desmama. Ou seja, um longo período de aproximadamente 19 meses. 

Para resumir, o custo do bezerro é o resultado do que foi gasto com as vacas, o touro e seu próprio custo. Isso inclui os gastos com mão de obra, administrativos, insumos, alimentação, depreciação, impostos, inseminação artificial (materiais e sêmen), entre outros.

Do nascimento até a desmama o bezerro ainda recebe medicação e vacinas, além da identificação no caso de uso de brincos. Em algumas fazendas recebe ainda uma alimentação exclusiva na técnica de creep feeding

Calculando o Custo da Matriz

Um pouco mais elaborado em comparação ao do bezerro, o custo da matriz equivale a dois bezerros. 

Então é importante a fazenda ter controles produtivos e financeiros bem feitos. Todos os gastos devem ser registrados e contabilizados para calcular o custo de acordo com a realidade de cada fazenda. 

Depois disso, contabilizar todos os custos e despesas da fazenda de cria durante o ano. Recomenda-se dividir o valor total pela quantidade de bezerros desmamados e por 12 meses, resultando no custo mensal de cada matriz. 

Além disso é interessante levar em consideração o tempo gasto pela matriz para entregar um bezerro, multiplicando o seu custo mensal pelo intervalo de parto. 

Posteriormente, de forma prática e operacional, o custo do bezerro será resultado da soma dos seus custos diretos ao custo da matriz. 

A Fórmula do Custo do Bezerro

Custo do bezerro = custo da matriz + custos diretos com o bezerro

Em resumo, se considerarmos um custo mensal de R$ 60,00 reais/matriz, e um intervalo de partos de 13 meses, o custo por ciclo produtivo das matrizes é de R$ 780,00 reais (R$ 60,00 reais x 13 meses). Adicionando o custo mensal direto do bezerro de R$ 115,00 reais, o custo total de produção deste bezerro é de R$ 895,00 reais. 

Qual a importância de conhecer esse custo?

A oferta restrita de bezerros no mercado provocou uma valorização do preço da arroba. São valores bem atrativos para quem produz bezerro e pretende vender à desmama. No entanto, quem faz ciclo completo tem uma alta no custo de produção do boi gordo.  

Portanto, ambos precisam de atenção ao custo de produção desta categoria. Isso possibilita traçar estratégias, equilibrar as contas, encontrar os gargalos e aumentar a margem de lucro na venda do bezerro desmamado ou do boi gordo. 

Não esqueça, os registros dos insumos, despesas e todos os custos necessários para produzir vão contribuir para o cálculo correto do custo do bezerro. Além disso, tenha o controle do rebanho, dados de quantidade de animais em cada fase, mortalidade, nascimentos, número de bezerros desmamados, entre outros. Todos estes dados são importantes para calcular os indicadores zootécnicos da cria como o intervalo de partos e a taxa de desmame, necessários para apuração correta dos custos. 

Para armazenar esses dados é indispensável um software de gestão pecuária como o iRancho. Dessa forma, você tem em mãos tudo que precisa para calcular corretamente o custo de produção na sua fazenda. Veja como o sistema funciona, clicando aqui!

Referência

Livro:  Como ganhar dinheiro na pecuária – Os segredos da gestão descomplicada. Autor: Antonio Chaker El-Memari Neto. Inttegra. 343 p. 2018.

PECUARISTA DE SUCESSO

Essa é mais uma lição do Pecuarista de Sucesso, uma jornada de conhecimento que a iRancho compartilha a você. Estamos em uma das últimas lições do capítulo de Cria. Mas se você perdeu algum tema compartilho abaixo os dois últimos artigos sobre o tema. Semana que vem tem mais. Boa leitura!

Vacas Prenhas: cuidados para uma boa safra de bezerros

Como fazer um controle eficiente da fase de cria?

Fabíola Lino SOBRE O AUTOR
Fabíola Lino

Doutora em Zootecnia, professora universitária e Diretora Estadual da Associação Brasileira de Zootecnistas.

Preencha o formulário e garanta seu teste grátis

Av. 136, 638 - 3 andar - St. Marista, Goiânia - GO, 74180-040

(62) 3414-7361
(62) 98139-3868
© iRancho - Sistema de Gestão Pecuária de Corte. CNPJ: 26.542.466/0001-02
Open chat