Imagem área de um rebanho em confinamento a pasto

Confinamento a pasto: engorda econômica e eficiente

O confinamento a pasto, também conhecido como Terminação Intensiva a Pasto (TIP), é uma estratégia de engorda para o período seco, acessível a todo tipo de produtor rural. Isso significa que mesmo aqueles sem grande aporte financeiro podem adotar essa técnica eficiente e econômica.

Quer saber como essa estratégia pode beneficiar sua produção? Continue a leitura!

Confinamento a pasto como estratégia

Diferente do sistema intensivo tradicional, no confinamento a pasto o gado tem acesso ao capim e à ração ao mesmo tempo.

Essa estratégia consiste em manter os animais no pasto com suplemento na proporção de 1,8% a 2% do peso corporal.

Sendo assim, os nutrientes que faltam no capim são fornecidos via concentrado. Desta forma, os animais recebem minerais, vitaminas, energia e proteínas suficientes para atender suas exigências nutricionais.

Mas o sucesso do método está diretamente ligado a um bom manejo do pasto.

A taxa de lotação deve ser definida de acordo com a oferta de forragem, ou seja, é preciso conhecer a capacidade de suporte da área. Mas atenção: mesmo com o consumo baixo, o pasto é fonte de fibra, sendo essencial para manter o correto funcionamento do rúmen.

Passo a passo para a condução do confinamento a pasto

Conduzir um confinamento a pasto de forma eficiente requer planejamento e atenção aos detalhes.

A seguir, apresentamos um passo a passo para garantir o sucesso nessa prática, desde o planejamento inicial até a execução diária das atividades. Veja:

  1. Planejar cada ação;
  2. Fazer período de adaptação (14 a 21 dias);
  3. Fornecer o concentrado sempre no mesmo horário;
  4. Definir a distância entre os cocho de forma adequada (40 cm por animal);
  5. Deixar a forragem disponível;
  6. Calcular a taxa de lotação de acordo com o suporte da área; 
  7. Formar lotes homogêneos para evitar competição e consumo errado de concentrado;
  8. Oferecer água de qualidade e em quantidade suficiente. Recomenda-se bebedouros de enchimento rápido;
  9. Contar com uma equipe capacitada e motivada para conduzir as atividades. 

Ganhos com o confinamento a pasto

O confinamento a pasto oferece eficiência produtiva e, acima de tudo, alta na taxa de lotação e na produção de arroba por hectare por ano (@/ha/ano). Entretanto, é preciso planejar a operação, definir as metas de ganho e de custos.

Com a informação do custo da arroba produzida e vendida (como na tabela abaixo), o pecuarista vai saber a margem de lucro de acordo com o preço da arroba previsto para a data da venda. 

Confira uma simulação:

Conclusão

Agora você já sabe como implantar o confinamento a pasto, mas você sabe como fazer todo esse controle e coleta de informações de uma forma mais simples?

Com o sistema iRancho, é possível acompanhar e registrar os dados de peso dos animais, consumo de concentrado e os custos com a nutrição, entre outras informações relevantes para o confinamento. Teste o iRancho grátis

 

Leia também:

Dieta animal: Como a tecnologia pode contribuir?

 

 

Compartilhe:

Assine nossa Newsletter!